A Área do Paciente foi desenvolvida para auxiliar você a esclarecer algumas dúvidas que porventura tenham ficado após a consulta, trata-se de um guia rápido.

Utilize o campo abaixo para digitar sua dúvida.
Se sua dúvida não estiver aqui, não deixe de esclarecer entrando em contato com nosso WhatsApp.

 

Os portadores de asma devem sempre ter consigo sua medicação de resgate, a “bombinha” que foi receitada caso piorem os sintomas: falta de ar, chiado no peito, crises de tosse seca. Esta deve ser usada conforme prescrito e serve para aliviar os sintomas no momento. Atente para as seguintes situações:

Se uma crise se iniciar e for resolvida completamente na primeira dose da medicação de resgate, observar se a mesma retorna, se sim procurar serviço de emergência.

Se a crise não melhorar completamente com a medicação de resgate, já procurar serviço de emergência, não aguardar resolução pelo risco de piora do quadro.

Os portadores de DPOC/Enfisema tem chances maiores de ter infecções pulmonares brônquicas que chamamos de exacerbações da doença. Podemos identificar precocemente a exacerbação observando os seguintes sintomas: piora da falta de ar, aumento do catarro e mudança da coloração do catarro (para verde ou amarelo).

Se 2 destes sintomas estiverem presentes por 2 ou mais dias consecutivos, entrar em contato com o Dr. Ronaldo Macedo, ou se final de semana procurar o pronto socorro.

A fibrose pulmonar pode ter episódios de exacerbação (piora) da doença. Estes são caracterizados como piora da falta de ar, piora da tosse e a febre pode ou não estar presente. Se for um quadro leve, entrar em contato com o Dr. Ronaldo Macedo, se for mais grave procurar o pronto socorro, sempre referindo qual a sua doença pulmonar de base.

Voltar ao topo Agendamento via Whatsapp